30 de setembro de 2011

Dia #10 - Tellico Plains, TN - Lynchburg, TN - Huntsville, AL

Entrada do motel de Tellico Plains

Saímos do Tall Pines Cabins com uma última atenção do Jim: bolinhos quentes, parecidos com nosso bolinho de chuva, feitos de manhãzinha... antes de sairmos. Além disso, ainda tínhamos um lindo nascer do sol bem na nossa janela...
Nascer do sol, visto da janela do quarto
Fomos até a cidade tomar café da manhã na Tellico Grains Bakery, a mesma padaria artesanal em que almoçamos ontem e que despacha seus produtos - pães, doces e tortas, claro - para todo os States. Coisa de primeiríssima. Pra quem quiser ver o site deles, fica aqui.
A padaria
Taí o que eles fazem
Passamos também na Tellico Motorcycle. A loja vende roupas e acessórios a excelentes preços, melhores que na web. O dono, o Mike, é uma figura. Deve ter quase 50 anos, vê-se que trabalha muito e anda com um trabuco - provavelmente uma 9mm Parabellum - na cintura, além de 4 pentes de duas fileiras.



Na porta, sempre muitas motos. Mas esta aí chamou a atenção. É uma EG com motor Shovel, único dono, pega de primeira e tem tudo original, exceto aquelas coisas que se desgastam naturalmente (pastilhas traseiras, filtros, etc.).

A Jackie havia provado um conjunto de calça e jaqueta da Olympia no dia anterior. O conjunto é 3-em-1: ventilado para verão, forro impermeável/corta-vento para chuva e/ou ventos frios e forro para tempo frio, tanto na jaqueta quanto na calça.

Além de muito bonito, o conjunto é muito funcional e cada parte dele pode ser usado independentemente do outro. E todas as peças têm bolsos impermeáveis. O conjunto foi aprovado com louvor em dois trechos da estrada.

A City Hall de Lynchburg
Saímos de Tellico Plains e fomos para Lynchburg, também no Tenessee. A paisagem rural é de filme. Estrada lindíssima, a maior parte do tempo mão dupla, mas com tráfego mínimo. A estação é de "yard sale" e parece uma epidemia, todo mundo coloca um monte de tralhas no jardim na frente das casas e espera aparecerem os vizinhos ou passantes para ver o que eles têm pra vender.

Mrs. Mary Bobo's Boardhouse
Rodamos duas horas e chegamos a Lynchburg, onde tínhamos reserva para almoçar na Mrs. Mary Bobo's Boardhouse. É um restaurante de mais de 100 anos, da sobrinha do... Jack Daniels! Ela viveu até os 102 anos e morreu em 1983.

Há uma dúzia de salas de almoço e você é designado para uma. Lá, uma anfitriã senta à cabeceira e conta coisas típicas da vida de Mrs. Bobo e do whiskey da região. Em nossa mesa dividimos a refeição com um casal de San Francisco, um rapaz da Austrália, um casal de Nashville, um rapaz de Londres, um texano... enfim, muito bacana poder compartilhar a refeição e bater papo com gente de lugares diferentes. Os pratos de comida são passados de mão em mão pelos próprios clientes, assim como naquele restaurante de Savannah.

Eu não comi muito, já que a presença de animais na comida limitou minhas escolhas a 5 pratos das mais de 15 variedades. Mas a Jackie comeu muito bem... a costela com molho barbecue estava divina, segundo ela. Havia também uma maçã cozinha em whiskey maravilhosa! E a sobremesa? Uma torta fudge de chocolate que vale a visita!

O pessoal foi extremamente simpático. São todas senhorinhas que cuidam do local e conversaram com a gente por mais de meia hora, querendo saber do Brasil - nunca tinham tido clientes da terrinha - e outras informações da viagem. Há aquele mito que americano é arrogante, antipático e não conhece nada do mundo. É hora de olharmos pro próprio umbigo...

Carlão e as motos no estacionamento da Jack Daniels
De lá, fomos para a destilaria, a menos de 1 km de distância. É um exemplo de organização, tanto de sua operação quanto do recebimento dos turistas que lá vão. As fotos mostram diversas partes externas da destilaria. É proibido tirar fotos dentro da produção, já que há risco de incêndio devido aos vapores de álcool.



A visita guiada é de altíssima qualidade e eles explicam TUDO e mais um pouco.

Não entraremos em detalhes aqui, apenas podemos afirmar que é um enorme prazer visitar o local. Claro, levamos uma garrafa de 90-proof. Hoje mesmo tomamos um pouco no hotel...

Da destilaria seguimos para Huntsville, Alabama. É o local com melhores acomodações (leia-se relação custo/benefício) da região e não nos desviamos quase nada do caminho. Huntsville tem um dos maiores - se não o maior - museu de foguetes do mundo. Tem, inclusive, um Saturno V que não chegou a ser lançado, devido ao cancelamento do programa Apollo. Infelizmente, devido ao apuro de tempo, não pudemos visitá-lo.

Amanhã, Atlanta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...