5 de outubro de 2011

Dia #15 - De Tampa, FL, a Miami, FL

Estamos na última perna da viagem e, claro, vai dando aquela nostalgia da estrada.
Pátio interno do Gram's Place, em Tampa, FL

Estamos com saudades de nossas cachorras, claro, e já é hora de voltar - as minhas férias terminam em uma semana, infelizmente.
O hostel coleciona um monte de cacarecos que os hóspedes vão deixando
Hoje faremos um bom trecho de estrada, perto de 300 milhas, ou 480 km. Há três estradas não-pedagiadas para escolher, além da Florida Turnpike (pegamos um trecho dela no primeiro dia de viagem e, apesar de pedagiada, é absolutamente igual às outras, tem até mais caminhões).

Decidimos pela I-19, que passa por Sebring (cidade que tem um lago muito bonito e que a Chrisler homenageou em seu Charger Sebring). Foi uma boa escolha, a estrada é bem bonita, tranqüila e fácil.

Chegando mais próximo a Miami, as coisas começam a complicar, o trânsito piora (muito!), as pessoas desrespeitam a sinalização, faixa de pedestres, etc. Achamos que, quem vai à Florida, deve aproveitar a oportunidade e conhecer os Estados Unidos, muito mais civilizados. Não precisa de visto pra sair da Florida e entrar nos Estados Unidos, ou voltar. É fronteira aberta, como a Tríplice Fronteira entre Paraguai, Argentina e Brasil, em Foz do Iguaçú. Vale a pena. Hehehe!

Em Miami, já bem perto da Petersen, concessionária onde alugamos as motos, a Jackie quase foi atingida por um cara que falava ao celular e que resolveu mudar de faixa repentinamente e não olhou, algo inadmissível em outras paragens. Felizmente, ela conseguiu evitar a colisão.

Pra variar (está se tornando um hábito) devolvemos as motos às 17:00 h em ponto! A Lotte, funcionária responsável pelo aluguel, nos recebeu e devolvemos as motos "no damage".


Siga no twitter: @subanagarupa | Curta no Facebook: Suba na Garupa!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...