15 de fevereiro de 2013

No corredor

Estimo que tenha uns 25.000 km de moto aqui na cidade de São Paulo, a maioria deles no corredor.


Há uma década, a aventura de andar no corredor aqui em Sampa era bem mais perigosa - ainda é, mas, em minha opinião, bem menos.

Os motoristas e motociclistas, hoje, convivem em uma harmonia (totalmente forçada, se todos andassem armados seria uma guerra, certamente) relativamente estável. Em alguns lugares, como a Rebouças/Consolação, por exemplo, há um respeito bem grande entre os dois grupos.

Alguém pode alegar que, em países civilizados, não se anda no corredor.

Errado.

Em 2010, em Los Angeles, eu e a Jackie presenciamos alguns motociclistas praticando o esporte em uma das infindáveis highways de lá.

Eu fiquei em dúvida se aquilo era permitido ou se eram transgressores da lei, que haviam, por acaso, visto isto no Brasil, ou eram brasileiros, mesmo.

Bom, fiquei sabendo que a Califórnia é o único estado americano que permite isto. O artigo saiu aqui na CycleWorld.

Claro, americanos estabelecem normas e regras pra tudo, e andar no corredor, se permitido, teria que ser normalizado. Bom, lembram-se dos Chips? Foram eles que normalizaram. Veja as normas aqui.

Resumindo, andar no corredor é permitido, desde que acompanhado de bom senso. Eles estabelecem limites de velocidade em diversas condições, bem como posicionamento das motos nas faixas, proibição de corredor em agulhas, etc., mais regras básicas de convivência e, claro, alertam para o bom senso de todos.

Após 4 anos andando de moto aqui em Sampa, vejo que meu comportamento é bem parecido com o que propõe os Chips, exceto que corredor, pra eles, só em highways e freeways. Pelas minhas observações diárias, vejo que a maioria dos motofretistas têm adotado comportamento bem similar ao proposto nas normas em questão.

Sim, sempre há o doido, o maluco, o impaciente. Mas também há muita gente que sabe o que está fazendo, dos dois lados (das motos e dos outros veículos), e ajuda na hora do trânsito carregado. O cara que está sempre com o paranoid mode = on não dura muito. Darwin, por enquanto, é irrefutável, e a seleção natural cuida de quem não se comporta direito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...